Pandemia/Alterações nos serviços: funcionamento de algumas Cafetarias e Bilheteiras (consultar Planear a visita) | Parque da Pena: entrada dos Lagos temporariamente encerrada (apenas disponível para saídas do parque)

Cosmopolitismo do Barroco Português - Laços culturais e estéticos entre Itália e Portugal

LD 9297

Local

Sala do Trono do Palácio Nacional de Queluz

Data

26 de junho de 2021

Hora

21h00

Informações

[email protected]; 

+351 21 923 73 00

Depois de ter sido transmitido online, para assinalar o Dia Internacional da Música Antiga, a Parques de Sintra volta a apresentar um concerto excecional da Divino Sospiro, agora o vivo.

O programa será executado na Sala do Trono do Palácio Nacional de Queluz e centra-se no século XVIII, período de grande vitalidade musical em Portugal. Nesta época, o diálogo constante com as tendências italianas influenciou os compositores portugueses, que as absorveram e adaptaram ao contexto local e à sua própria inspiração. O repertório deste concerto convida a uma viagem pelo esplendor da música barroca, através de obras de Pedro António Avondano, de Francisco António de Almeida, de Carlos Seixas, de Vivaldi e de Domenico Scarlatti.

A interpretação deste concerto está a cargo da soprano Eduarda Melo e da orquestra Divino Sospiro. A direção é de Massimo Mazzeo.

Programa

Carlos Seixas (1704-1762)

Sonata em Sol menor, K.49

  • Allegro 
  • Adagio - Andantino - Amoroso 
  • Allegro assai

 

Francisco António de Almeida (1702-1755?)

Cantata "A quel leggiadro volto", para soprano, violinos e baixo contínuo

  • Recitativo - "A quel leggiadro volto"
  • Ária - "Lascia per un momento"
  • Recitativo - "Torni alle meste luci"
  • Ária - Da nembi e da procelle

 

Pedro António Avondando (1714-1782)

Ária "Ah, se ho da vivere", da Oratória "Gioas, Re di Giuda"

 

Antonio Vivaldi (1678-1741)

Sonata em Ré menor, Op.1/12 Rv 63, "La Folia"

 

Domenico Scarlatti (1685-1757)

Cantata "O qual meco Nice cangiata", para soprano, violinos e baixo contínuo

  • Introduzione alla cantata: Allegrissimo – Cantabile Andante – Allegro
  • Recitativo – "O qual meco Nice cangiata"
  • Ária – "Perché non dirmi almeno"
  • Recitativo – "Di’, rispondi spietata"
  • Ária – "Dire non voglio tanto"

 

 

Preçário

Bilhete
15 €

Maiores de 6 anos

Músicos

  • Eduarda Melo (soprano)
  • DIVINO SOSPIRO: Iskrena Yordanova (violino I), Nuno Mendes (violino I), Elisa Bestetti (violino II), Raquel Cravino (violino II), Fernando Santiago (violoncelo), Pedro Wallenstein (contrabaixo), Giovanni Bellini (teorba), José Carlos Araújo (cravo/órgão)
  • Massimo Mazzeo (dir. e viola)

Produção

  • Parques de Sintra - Monte da Lua
  • Divino Sospiro

Apoios

  • Direção-Geral das Artes
  • Embaixada de Itália
  • Instituto Italiano de Cultura de Lisboa

Condições

  • Por questões de segurança, neste espetáculo os lugares são separados.
  • Os lugares são atribuídos por ordem de chegada, dos lugares disponíveis na fila mais perto do palco, para aqueles que se encontram mais perto da porta de saída da sala.
  • Após o início do espetáculo, não é permitida a entrada na sala.
  • Não será devolvido o valor dos bilhetes por falta de comparência ou atraso.

Medidas de Segurança Covid-19

  • Higienização das mãos antes de entrar na sala.
  • Uso obrigatório de máscara, no acesso e durante o espetáculo.
  • Uso dos lugares atribuídos. Não ocupe lugares bloqueados.
  • Manter sempre a distância mínima de segurança.
  • Respeitar as indicações dos assistentes de sala.
  • No final do espetáculo, permanecer sentado no lugar até indicação dos assistentes de sala.