Chegada

O Palácio Nacional de Queluz tem três lugares de estacionamento reservados para pessoas com deficiência, mesmo junto à entrada do Palácio. O pavimento no exterior é em calçada de basalto, difícil de atravessar devido à sua irregularidade.

A grande maioria dos colaboradores tem formação básica em Língua Gestual Portuguesa.

Pode aceder de forma independente à bilheteira e ao interior através de rampas.

Estão disponíveis cadeiras de rodas manuais, mediante reserva.

Palácio de Queluz

No interior do Palácio está disponível um modelo tridimensional do monumento, no qual os visitantes podem tocar para conhecer melhor a volumetria e materialidade do edifício.

LD 9191 (1) (1)

O interior do Palácio é fisicamente acessível. O acesso à cafetaria é realizado pelo interior do Palácio, através de uma plataforma elevatória cabinada. Para utilizar a plataforma elevatória deve consultar um funcionário.

Para aceder aos Jardins é necessário sair pelo Pavilhão Robilion. Caso esteja na cafetaria, é necessário regressar pela plataforma elevatória e utilizar a rampa permanente no piso superior do Pavilhão Robillion, que permite o acesso aos Jardins Superiores (Jardim Pênsil e Jardim de Malta), Bosquete e restantes Jardins e pontos de interesse.

Imagem11 Alt

O Jardim Pênsil possui o pavimento em gravilha, o que torna difícil a circulação em cadeira de rodas manual.

O visitante pode reservar um equipamento de tração, que se adapta à grande maioria das cadeiras de rodas e permite fazer os percursos com menos esforço e mais rapidez. Se não tiver reservado o equipamento, terá que se sujeitar à disponibilidade existente.

LD 9453 (1) (1)

O tempo de montagem do equipamento de tração na cadeira de rodas manual ronda os 20 minutos. Contudo, caso seja da preferência do visitante, poderá utilizar a cadeira de rodas fornecida por um funcionário. O visitante pode utilizar o equipamento durante 1h30m, com tolerância de 15m para voltar ao local de entrega combinado.

Existe também um transporte elétrico – Hop On Hop Off –, que pode transportar uma pessoa em cadeira de rodas sem necessidade de transposição para o banco da viatura. Este serviço permite percorrer os principais pontos de interesse do jardim de forma autónoma.

Um dos pontos de interesse é o Jardim Botânico, distinguido em 2018 com o prémio Europa Nostra, na categoria de conservação, que é acessível a todos, através de uma rampa permanente.

A saída dos Jardins é realizada através de rampa permanente no Pavilhão D. Maria.

4 Cmartins

Realizam-se visitas guiadas mediante reserva, com a indicação das necessidades específicas dos visitantes.

Mais informações