Castelo dos Mouros: trabalhos de manutenção no Centro de Apoio ao Visitante. Saiba mais | Palácio da Pena: visita ao interior apenas com data e hora marcada, indicadas no seu bilhete; não existe tolerância de atraso. Saiba mais

Recriação da primeira Árvore de Natal exposta no Palácio da Pena até dia 6 de janeiro

28 dez. 2023

Até dia 6 de janeiro, visite o Palácio da Pena e veja ao vivo, no Salão Nobre, a recriação da Árvore de Natal de D. Fernando II, o rei que trouxe para Portugal muitas das tradições natalícias que conhecemos.

 

Durante o reinado D. Maria II, a Família Real celebrava o Natal no Palácio da Necessidades, em torno de uma árvore decorada, proveniente do Parque da Pena, a que D. Fernando, seu marido, chamava “o pinheiro da Pena”. Rei e rainha faziam questão de aproveitar o tempo com os filhos, que adoravam brincar em torno da árvore de Natal.

 

Se está à espera de ver uma árvore imponente, cheia de brilho, com muitos embrulhos à volta, desengane-se: segundo uma gravura desenhada pelo próprio D. Fernando II, a primeira árvore de Natal portuguesa era um pequeno pinheiro, adornado com enfeites muito simples. No século XIX, a árvore só era montada no dia 24 de dezembro e decorada na noite da consoada com pequenas figuras e frutas, como maçãs, peras e romãs.

 

Desde 2019 que esta árvore – um projeto encomendado pela Parques de Sintra ao Estúdio Astolfi, que teve como base a gravura de D. Fernando II e um estudo minucioso elaborado pela equipa do Palácio da Pena – é montada no Salão Nobre no primeiro dia do Advento, ficando exposta até ao Dia de Reis.

Luis Duarte PSML 7396