Castelo dos Mouros: trabalhos de manutenção no Centro de Apoio ao Visitante. Saiba mais | Palácio da Pena: visita ao interior apenas com data e hora marcada, indicadas no seu bilhete; não existe tolerância de atraso. Saiba mais

Parque de Monserrate vai admitir entrada de cães

09 fev. 2024

Depois do Castelo dos Mouros, o primeiro espaço sob gestão da Parques de Sintra a admitir a entrada de cães, também os visitantes do Parque de Monserrate vão poder trazer os seus companheiros caninos. A medida passa a vigorar a partir de 12 de fevereiro, data simbolicamente escolhida por se tratar do Dia de Darwin, célebre naturalista inglês que foi contemporâneo de Sir Francis Cook, o abastado industrial inglês que, no século XIX, transformou o Parque e Palácio de Monserrate naquilo que hoje conhecemos.

 

Para garantir o bem-estar dos animais, foram instalados no Parque de Monserrate os equipamentos necessários, nomeadamente, bebedouro para cães; espaços onde os donos podem deixá-los em segurança, enquanto visitam os locais interditos à circulação dos animais; e dispensadores de sacos para recolha dos dejetos que os cães possam produzir. 

 

Por questões de segurança, tanto dos visitantes, como dos próprios animais, há locais do Parque de Monserrate aos quais os cães não poderão aceder. Por isso, antes de levar o seu cão para este passeio, deve consultar previamente o site da Parques de Sintra e descarregar o folheto informativo, que contém todas as regras de acesso e um mapa com a indicação dos locais onde os animais podem circular e com a localização dos equipamentos disponíveis.

 

Cada visitante pode levar apenas um cão e, à entrada do Parque de Monserrate, deverá solicitar o bilhete de acesso gratuito para o seu animal, que terá obrigatoriamente de ser portador de microchip e vir equipado com trela não extensível, entre outras condições. O limite de permanência no espaço é de 5 cães em simultâneo.

Whatsapp Image 2024 02 06 At 15.12