Palácio da Pena: visita ao interior apenas com data e hora marcada, indicadas no seu bilhete; não existe tolerância de atraso.

Jovens sintrenses apresentaram performance de dança contemporânea no Palácio Nacional de Sintra

02-05-2022

 

No dia 30 de abril, a Sala dos Cisnes do Palácio Nacional de Sintra acolheu uma performance de dança contemporânea que marca o final de uma importante etapa do projeto europeu “Entre Mnemosine e Terpsícore – Património e Dança Contemporânea para a promoção do pensamento crítico nos jovens”. O evento, transmitido em live streaming na página de Facebook da Parques de Sintra, foi protagonizado por um grupo de alunos do ensino secundário do Agrupamento de Escolas Monte da Lua, de Sintra, que através da dança expressou a sua interpretação da história deste Palácio. Esta performance resulta dos workshops desenvolvidos em conjunto com professores da associação espanhola de dança contemporânea Meet Share Dance, que promoveram a reflexão em torno de temas selecionados pelos curadores do Palácio Nacional de Sintra e trabalhados nos locais do monumento que para eles remetem: memória, poder, natureza, corpo e sentidos.

 

Presente no evento esteve um grupo de alunos do LXXXVI Liceum Ogólnokształcące im. Batalionu "Zośka", de Varsóvia, a outra instituição de ensino que integra o programa. Estes jovens polacos têm desenvolvido o mesmo trabalho no Palácio-Museu Wilanow, também em Varsóvia, onde apresentarão a sua performance de dança site specific, neste mês de maio, perante uma plateia que incluirá os alunos sintrenses.

 

O projeto “Entre Mnemosine e Terpsícore – Património e Dança Contemporânea para a promoção do pensamento crítico nos jovens” centra-se na promoção de competências de pensamento crítico e no estímulo da criatividade dos alunos do ensino secundário, dos 14 aos 18 anos, a partir de visitas a Palácios Nacionais, que contam com a dança contemporânea como ferramenta de mediação. O programa, com a duração de dois anos, teve início em março de 2021 e resultou de uma candidatura aprovada pela Comissão Europeia e financiada através do programa Erasmus +, que apoia parcerias estratégicas ao nível europeu que contribuam para promover os setores artístico e cultural. Integram o projeto seis parceiros de três países: a Parques de Sintra, entidade gestora do Palácio Nacional de Sintra; o Palácio-Museu Wilanow, de Varsóvia, na Polónia; o Agrupamento de Escolas Monte da Lua, de Sintra; o LXXXVI Liceum Ogólnokształcące im. Batalionu "Zośka", de Varsóvia; a associação de dança contemporânea Meet Share Dance, sediada em Madrid; e a empresa portuguesa byAR, especialista no desenvolvimento de aplicações e de soluções baseadas na realidade aumentada imersiva.

 

Terminada a fase do projeto que envolveu 40 jovens portugueses e polacos e que culmina com as performances de dance site specific, os trabalhos vão focar-se, agora, noutras atividades complementares. Até à conclusão do programa, prevista para fevereiro do próximo ano, serão produzidos dois novos guias de visita destinados ao público em geral, um para cada Palácio participante; será criada uma aplicação digital com realidade aumentada, pela empresa byAR, que incluirá imagens captadas durante as performances de dança e que vai permitir a visita conjunta aos dois palácios; será realizada uma conferência sobre narrativas e exposições permanentes em palácios; e terá lugar uma ação de formação sobre mediação cultural em património através das artes junto de alunos com necessidades especiais.

01 Performance Danca Contemporanea Palacio Nac Sintra Projeto Erasmus Creditos PSML Jose Marques Silva