Corrida Fim da Europa – 29 de janeiro: cortes de trânsito. Saiba mais  /// Acesso ao Parque de Monserrate: Alteração temporária de trânsito. Saiba mais 

Esplendores sacros do Barroco italiano

Concerto9
Novidade

Onde

Transmissão online na página de Facebook da Parques de Sintra

Data/hora

21 março 2022, 20h00

Visualização

Gratuita

Para comemorar o Dia Europeu da Música Antiga, no âmbito das celebrações promovidas pela Rede Europeia de Música Antiga, a Parques de Sintra transmitirá o concerto 'Esplendores Sacros do Barroco Italiano', integrado no do ciclo Noites de Queluz da 6ª Temporada de Música da Parques de Sintra e gravado ao vivo a 7 de novembro de 2020 na Sala do Trono do Palácio Nacional de Queluz.

 

A visualização é gratuita através da página de Facebook da Parques de Sintra. Não perca! 

Sinopse

No decurso do pleno Barroco (grosso modo, desde cerca 1680), dá-se uma transformação decisiva na música sacra, no sentido da adopção dos modelos composicionais do estilo operático e do canto lírico. Neste concerto, entre obras alegóricas, histórias bíblicas e uma antífona latina, percorremos panoramicamente um conjunto de autores representativos dessa viragem e desse novo estilo. Transalpinos, todos eles, mas com origens e percursos bastante diferenciados, têm a uni-los o facto de, no decurso das suas carreiras, terem passado todos, efémera ou demoradamente, pela Cidade Eterna.

 

Bernardo Mariano (musicólogo)

Programa

Alessandro Scarlatti (1660 - 1725)

  • Starò nel mio boschetto (La Penitenza), da oratória, Il Giardino di Rose

 

Giovanni Bononcini (1670 - 1747)

  • Recitativo e In tepidi fiumi da oratória La Conversione di Maddalena

 

Giovanni Bononcini (1670 - 1747)

  • Voglio piangere, da oratória La Maddalena ai piedi di Cristo

 

Alessandro Scarlatti (1660 - 1725)

  • Salve Regina, em Dó menor

 

Antonio Caldara (1670 - 1736)

  • In Lagrime Stemprato, da oratória La Maddalena ai piedi di Cristo

 

Leonardo Leo (1694 - 1744)

  • Salve Regina, em Dó menor

 

Nicolò Porpora (1686 - 1768)

  • Abertura da oratória Il trionfo della Divina Giustizia

 

Domenico Scarlatti (1685 - 1757)

  • Salve Regina,em Lá menor

 

Giovanni Bononcini (1670 - 1747)

  • “Fugge il tempo” (amor divino), da oratória La Conversione di Maddalena

 

Alessandro Scarlatti (1660 - 1725)

  • Mentr’io godo (La Speranza), da oratória ll Giardino di Rose

Músicos

  • Josè Maria Monaco (meio-soprano)
  • DIVINO SOSPIRO: Iskrena Yordanova (violino I); Mauro Massa (violino I); Matilde Tosetti (violino I); Katarzyna Solecka (violino I); Elisa Bestetti (violino II); Lorenzo Gugole (violino II); Archimede de Martini (violino II); Maria Bocelli (violeta); Nuno Mendes (violeta); Ana Raquel Pinheiro (violoncelo); Rebeca Ferri (violoncelo); Matteo Coticoni (contrabaixo); Pietro Prosser (alaúde); José Carlos Araújo (órgão positivo e cravo).
  • Massimo Mazzeo (dir.)

Produção

  • Parques de Sintra
  • Divino Sospiro

Apoios

  • Instituto Italiano de Cultura
  • Direção-Geral das Artes

Gravação

  • CherryBloom

Evento online integrado nas

Comemorações do Dia Europeu da Música Antiga, promovidas pela Rede Europeia de Música Antiga (REMA)