Corrida Fim da Europa – 29 de janeiro: cortes de trânsito. Saiba mais  /// Acesso ao Parque de Monserrate: Alteração temporária de trânsito. Saiba mais 

Concerto Online do Dia da Música Antiga

DMA Noticia Int 01 FINAL (1)
Novidade

Transmissão online gratuita

No Facebook da Parques de Sintra 

Local da gravação

Palácio Nacional de Queluz

Data da transmissão

21 março 2021

Hora da transmissão

20h00

A Parques de Sintra assinala o Dia da Música Antiga com a transmissão online gratuita do concerto 'Cosmopolitismo do Barroco Português', gravado no Palácio Nacional de Queluz, com interpretação da soprano Eduarda Melo e da orquestra Divino Sospiro. A direção está a cargo de Massimo Mazzeo.

Sinopse

O programa será executado na Sala do Trono do Palácio Nacional de Queluz e centra-se no século XVIII, período de grande vitalidade musical em Portugal. Nesta época, o diálogo constante com as tendências italianas influenciou os compositores portugueses, que as absorveram e adaptaram ao contexto local e à sua própria inspiração. O repertório deste concerto convida a uma viagem pelo esplendor da música barroca, através de obras da família Avondano, de Francisco António de Almeida, de Carlos Seixas, de Bononcini, de Vivaldi e de Domenico Scarlatti.

Programa

Carlos Seixas (1704-1762)

Sonata em Sol menor, K.49

  • Allegro 
  • Adagio - Andantino - Amoroso 
  • Allegro assai

 

Francisco António de Almeida (1702-1755?)

Cantata "A quel leggiadro volto", para soprano, violinos e baixo contínuo

  • Recitativo - "A quel leggiadro volto"
  • Ária - "Lascia per un momento"
  • Recitativo - "Torni alle meste luci"
  • Ária - Da nembi e da procelle

 

Pietro Giorgio Avondano (1692-c.1754)

Sinfonia em Ré maior, para cordas e baixo contínuo

  • Allegro
  • Adagio
  • Allegro

 

Giovanni Battista Bononcini (1670-1747)

Ária "Voglio piangere", da Oratória "La Maddalena ai piedi di Cristo"

 

Pedro António Avondando (1714-1782)

Ária "Ah, se ho da vivere", da Oratória "Gioas, Re di Giuda"

 

Antonio Vivaldi (1678-1741)

Sonata em Ré menor, Op.1/12 Rv 63, "La Folia"

 

Domenico Scarlatti (1685-1757)

Cantata "O qual meco Nice cangiata", para soprano, violinos e baixo contínuo

  • Introduzione alla cantata: Allegrissimo – Cantabile Andante – Allegro
  • Recitativo – "O qual meco Nice cangiata"
  • Ária – "Perché non dirmi almeno"
  • Recitativo – "Di’, rispondi spietata"
  • Ária – "Dire non voglio tanto"

 

 

Aceda aqui à transmissão online:

Músicos

  • Eduarda Melo (soprano)
  • DIVINO SOSPIRO: Iskrena Yordanova (violino I), Nuno Mendes (violino I), César Nogueira (violino II), Raquel Cravino (violino II), Fernando Santiago (violoncelo), Pedro Wallenstein (contrabaixo), Pietro Prosser (alaúde), José Carlos Araújo (cravo/órgão)
  • Massimo Mazzeo (dir. e viola)

Produção

  • Parques de Sintra - Monte da Lua
  • Divino Sospiro

Apoios

  • Direção-Geral das Artes
  • REMA - Rede Europeia de Música Antiga

Media Partner

  • Antena 2

Gravação

  • SoulPepper