Palácio da Pena: visita ao interior apenas com data e hora marcada, indicadas no seu bilhete; não existe tolerância de atraso.

Carlos Tomás Com Elvético E Vasco Gaiolas Pinto Com Cajado Créditos Pedro Yglesias (2)

Local

Jardins do Palácio Nacional de Queluz

Datas

De segunda a sexta-feira, exceto feriados

Horário

9h00>13h00 (duração da visita: 1h30)

Idiomas disponíveis

Português, Inglês e Francês

Construído no reinado de D. João V, o Palácio e Jardins de Queluz constituem uma unidade patrimonial cujo período áureo foi a época de setecentos, durante o reinado de D. Pedro III e D. Maria I. Conhecidos pelos sofisticados eventos sociais, o Palácio e Jardins de Queluz recebiam a corte num ambiente de requinte e beleza, reflexo das influências francesa e italiana da época. 

 

A Escola Portuguesa de Arte Equestre está sediada nos jardins do Palácio e foi criada para promover o ensino, a prática e a divulgação da Arte Equestre tradicional portuguesa. A Parques de Sintra instalou, em 2015, no Palácio Nacional de Queluz, a única biblioteca nacional dedicada exclusivamente à Arte Equestre. A Biblioteca de Arte Equestre D. Diogo de Bragança, VIII Marquês de Marialva, dispõe de 1.400 títulos, alguns dos quais são exemplares raros.

 

Nesta aliciante aventura na história, percorre-se o caminho que levará à descoberta das Cavalariças da Rainha D. Amélia, hoje com uma sala interpretativa que conta a história da Escola. Haverá ainda tempo para assistir às atividades dos tratadores e ficar a conhecer os cavalos da Escola. É possível também observar os treinos que diariamente se fazem nos picadeiros de Queluz. 

 

O percurso guiado tem início na bilheteira, conta com o apoio de um carro elétrico e dura cerca de uma hora e meia, terminando a visita na Biblioteca Equestre D. Diogo de Bragança, onde a história da Picaria Real e da Arte Equestre Portuguesa se encontra documentada.

Gostaria de agendar esta visita para uma data e horário à sua escolha? Contacte-nos:

Tarifário

Suplemento visita contextualizada | Participante (>12 anos):
5 €

Condições de acesso

Em regime de visita livre

Caso pretenda descobrir este roteiro de arte equestre de forma independente, sem reserva prévia nem acompanhamento de um guia, poderá fazê-lo, no seu percurso pelos jardins do Palácio Nacional de Queluz. No entanto, nesta modalidade de visita o acesso aos treinos, à atividade dos tratadores, ou à Biblioteca de Arte Equestre não é garantido, uma vez que está dependente do horário de funcionamento destas atividades e serviços. Estas componentes de visita estão apenas garantidas no âmbito de reserva prévia de visita contextualizada. 

Saiba mais