00 PNP Apenadedfii2

Roteiro

A Pena de D. Fernando II

Espaços a visitar

Parque e Palácio Nacional da Pena
Chalet e Jardim da Condessa d'Edla

 

“A minha querida Pena é a coroa da região Sintrense”, escreveu D. Fernando II. Neste passeio de dia inteiro, desvendam-se os recantos do Parque e Palácio da Pena, numa proposta enquadrada nos “Roteiros dos Parques e Palácios de Sintra”, especialmente pensados para oferecer aos participantes o maior conforto e a melhor experiência possível. Estes Roteiros são acompanhados em permanência e incluem transporte de ida e volta entre São Pedro de Sintra e o início e o fim do percurso, bem como refeições e entradas nos parques e monumentos.

05 D Fernando II

1 DIA

Com início às 09h30

MÉDIA

Algumas subidas

Fotografia

Permitida, para fins particulares, sem tripé e sem uso de flash nos interiores, com exceção para o Palácio da Pena, em que a captação de imagens só é permitida nos espaços exteriores

Percurso

A pé, com alguns trajetos de longa distância

Ponto de Partida

Largo D. Fernando II, em São Pedro de Sintra, às 09h30 - acolhimento dos participantes inscritos no Roteiro e transporte até ao Parque da Pena

Parque e Palácio Nacional da Pena

MANHÃ

Este roteiro está pensado para que possa usufruir destes maravilhosos locais sem preocupações. A Parques de Sintra acompanha-o do início ao fim do percurso, acolhendo-o no Largo D. Fernando II, em S. Pedro de Sintra, garantindo o seu transporte até à Pena e servindo-lhe as refeições. A única coisa em que tem de pensar é em tirar partido da caminhada, encher os pulmões de ar puro e absorver a beleza dos inúmeros recantos que há por descobrir.

Roteiro Fotografia 01
1
10 min

Picadeiro

09:45
10 min

A sua experiência do Parque da Pena inicia-se no Picadeiro, local rodeado de belíssimas magnólias onde, em tempos, os jovens príncipes terão aprendido a montar e onde se jogou ténis pela primeira vez em Portugal.
Aqui receberá um pequeno snack para lhe dar forças para esta primeira parte da caminhada.

Ver Detalhe
Roteiro Fotografia 02
2
10 min

Templo das Colunas / Guerreiro / Mesa da Rainha

10:00H
10 min

Percorrendo os caminhos sinuosos do parque, somos levados a descobrir o Templo das Colunas, cuja cúpula amarela sustentada por doze colunas sobressai por entre as copas das árvores. Das suas imediações avista-se a estátua do Guerreiro e, a seus pés, uma mesa octogonal que tomou a designação de Mesa da Rainha por ser um dos locais de eleição da Rainha D. Amélia.

Ver Detalhe
03 PNP Cruzalta
3
10 min

Cruz Alta

10:20
10 min

Prepare-se agora para subir ao ponto mais alto da Serra de Sintra, a Cruz Alta, situada a 528 metros de altitude. Daqui, e da encosta que se desce depois, tem-se algumas das vistas mais surpreendentes sobre o verde da serra, do qual emerge o Palácio da Pena, e a planície da várzea, a norte, a costa de Cascais, a sul, e o oceano atlântico, a oeste.

Ver Detalhe
04 PNP FPreta2
4
20 min

Fonte da Preta / Tanque dos Sete Pinheiros

11:00
20 min

A descida da encosta da Cruz Alta leva-nos a mergulhar novamente no arvoredo, no interior do qual somos surpreendidos por recantos à espreita por entre o musgo, como a Fonte da Preta e o Tanque dos Sete Pinheiros. Aqui poderá também saborear os sons e a magia de um lindo bosque de faias, pontuado por rododendros e camélias.

Ver Detalhe
Roteiro Fotografia 05
5
20 min

Alto do Chá

11:30
20 min

Aos pés de um harmonioso afloramento rochoso, no Alto do Chá encontrará um cenário próprio das antigas gravuras japonesas, em que se encontram plantados exemplares de Camellia sinensis, a planta do chá. Esta é uma das zonas mais recentemente recuperadas no Parque da Pena, que envolveu a reprodução de várias centenas de plantas do chá a partir de pés-mãe de exemplares plantados originalmente por D. Fernando II neste local.

Ver Detalhe
06 PNP Chalet
6
30 min

Chalet da Condessa d'Edla

12:00
30 min

No cenário idílico do Jardim da Condessa d’Edla, encontra-se uma das construções mais belas e interessantes do Parque da Pena - o Chalet, ou Casa do Regalo, mandado construir por D. Fernando II e a sua segunda mulher, a Condessa d’Edla, como local de refúgio. Nos interiores, descobrirá os espaços íntimos do casal, decorados ao gosto de ambos.

No Jardim do Chalet da Condessa d’Edla ser-lhe-á servido um piquenique, tal como costumavam fazer a Condessa e o Rei D. Fernando II. Não haverá certamente cenário mais belo para retemperar energias em comunhão com a natureza.

Ver Detalhe
07 PNP Jardimcondessa2
7
15 min

Jardim da Condessa d'Edla

14:00
15 min

Propõe-se de seguida a descoberta dos recantos deste jardim, com os seus caminhos serpenteantes e espécies exóticas. Destacam-se as Pedras do Chalet, que encerram um labirinto por entre as rochas que oferece vistas surpreendentes e as coleções botânicas minuciosamente planeadas, como a Feteira da Condessa, que reúne a mais antiga coleção de fetos arbóreos do parque, percorrida por uma linha de água que forma pequenos lagos e cascatas, e uma notável coleção de camélias, cuja floração tem o delicado contraponto da floração de azáleas e rododendros.

Ver Detalhe
Roteiro Fotografia 09
8
15 min

Abegoaria e Quinta da Pena

14:30
15 min

Esta zona do parque criada por D. Fernando II, obedece ao conceito de Ferme Ornée (Quinta Ornamental), cenário que lhe proporcionava agradáveis “passeios campestres” no enquadramento romântico do arboreto da Pena. O ponto central e dominante da Quinta da Pena é a Abegoaria, edifício que tinha funções de apoio às atividades agrícolas, com estábulos para animais. Em torno da Abegoaria situam-se os cercados com animais de quinta, com cabras, ovelhas, cavalos e coelhos, um prado com espaços de repouso e de piquenique e o complexo de estufas, em que são reproduzidas algumas das espécies indispensáveis à manutenção dos jardins.

Ver Detalhe
Roteiro Fotografia 10
9
10 min

Vale dos Lagos

14:45
10 min

Este vale é a zona de cota mais baixa do parque, para onde correm todas das linhas de água que o atravessam. O caminho ladeia os cinco lagos ligados por pequenas cascatas, dispostos à sombra do ameno vale frondejante, sempre acompanhado pelo som da água corrente. Nos lagos surgem, ainda, duas pateiras, estruturas de abrigo para aves aquáticas, cuja arquitetura invoca as duas mais imponentes construções dos domínios de D. Fernando II: o Castelo dos Mouros e o Palácio da Pena.

Ver Detalhe
Roteiro Fotografia 11
10
15 min

Fonte dos Passarinhos e Feteira da Rainha

15:00
15 min

Percorrendo os lagos chega-se à Fonte dos Passarinhos, pequeno pavilhão neomourisco que encerra uma pequena fonte de águas cristalinas cujo som é amplificado pela eficiente acústica do edifício. Na proximidade deste pavilhão, à beira de um lago, avista-se uma das árvores mais notáveis do Parque da Pena, a Tuia-gigante. Este surpreendente exemplar é sentinela da Feteira da Rainha, outra magnífica coleção de Fetos-arbóreos provenientes da Austrália e da Nova Zelândia.

Ver Detalhe
Roteiro Fotografia 12
11
20 min

Jardim das Camélias, Capela Manuelina e Tanque dos Frades

15:15
20 min

É tempo agora de conhecer o Jardim das Camélias, a mais importante coleção destas espécies no Parque da Pena. Oriundas da China e do Japão, as camélias foram aqui introduzidas por D. Fernando II na década de 1840 e desde então tornaram-se o ex-libris do inverno sintrense, época do ano em que florescem. Neste jardim encontrará igualmente a Capela Manuelina e o Tanque dos Frades, reminiscências da antiga cerca do mosteiro quinhentista em torno do qual D. Fernando II concebeu o Palácio da Pena, que estará prestes a descobrir.

Ao chegar ao Palácio da Pena, espera-o uma revigorante pausa para café, com vista para o parque cujos mistérios acabou de desvendar.

Ver Detalhe
Roteiro Fotografia 13
12
1h30

Palácio da Pena

16:15
1h30

Rodeado por um jardim encantado, o Palácio da Pena é a materialização do arquétipo do castelo de sonho e fantasia que continua a fascinar todos quantos o visitam. No interior do palácio, começa-se por percorrer o Claustro quinhentista, que foi adaptado em diversos aposentos, gabinetes e Sala de Jantar. Esta era a zona mais íntima, reservada apenas à família real e àqueles que lhe eram próximos. Percorre-se depois o chamado “Palácio Novo”, ala que foi acrescentada à estrutura original do antigo mosteiro e que encerra as salas de maior dimensão e mais representativas, de que é exemplo o Salão Nobre. Esta nova ala foi rematada, a sul, com um torreão circular junto à nova cozinha. No exterior, os dois corpos distinguem-se pelas cores rosa-velho, para o antigo mosteiro, ou Palácio Velho, e ocre, para o Palácio Novo.


Na imensidão verde que se avista dos terraços do palácio, poderá reconhecer e localizar os segredos do parque que neste seu périplo pôde desvendar: estátua do Guerreiro, eterno guardião do parque; o intrigante Templo das Colunas; a Cruz Alta, que assinala o ponto mais elevado da Serra de Sintra; as Pedras do Chalet, que escondem um idílico refúgio; o Alto do Chá, que o fez viajar até ao Oriente. A sua experiência da Pena está, agora, completa, sendo tempo de regressar. A caminhada conduz, de novo, ao mergulho no arvoredo para tomar o transporte que o devolverá ao ponto de partida, pelas 18h00.

Ver Detalhe
#PARQUESDESINTRA

SELECIONE AS SUAS AS MELHORES FOTOGRAFIAS E PARTILHE-AS

Este roteiro inclui:

Parques De Sintra Parque E Palacio Da Pena (1)

Parque e Palácio Nacional da Pena (inclui Chalet da Condessa d'Edla)

Info

Transporte de ida e volta entre S. Pedro de Sintra e a Pena

Info

Snack da manhã, almoço piquenique e café da tarde

Info

Acompanhamento permanente

Info

Compre o pack e usufrua de desconto.

 Comprar Bilhete