Logo Psml Small

Temporada de Música Erudita

A Temporada de Música, promovida pela Parques de Sintra-Monte da Lua, desde 2014, é parte integrante do conjunto de iniciativas levadas a cabo pela empresa no âmbito do cumprimento da sua missão e que prevê o estudo, recuperação, conservação e promoção dos mais importantes valores patrimoniais do concelho de Sintra, dos quais se destacam os Palácios Nacionais de Sintra, Pena e Queluz.

Com Direcção Artística assegurada pelo Centro de Estudos Musicais Setecentistas de Portugal – Divino Sospiro, a Temporada de Música tem procurado a revitalização e dinamização dos Palácios através da divulgação do seu património musical, muitas vezes esquecido, promovendo a ligação entre o Património e a Música.

Abrangendo um repertório vasto, desde o período medieval ao período romântico, a Temporada de Música encontra-se subdividida em três ciclos, distribuídos ao longo do ano, dedicados ao repertório específico da época de cada um dos Palácios.

 

Ciclo Pena – “Serões Musicais no Palácio da Pena” (MARÇO)

Imagem do logotipo do ciclo de música "Serões Musicais no Palácio da Pena"

Apresentado no Palácio Nacional da Pena, exemplar único do romantismo europeu, o ciclo “Serões Musicais no Palácio da Pena” centra-se na divulgação do repertório romântico – identitário deste Palácio – procura recriar o espírito dos saraus intimistas de época, com a apresentação de obras dos mais conceituados compositores do século XIX, destacando-se a apresentação de obras de compositores portugueses como José Vianna da Motta, Francisco Sá de Noronha e Alfredo Keil.

Relevando uma das paixões de D. Fernando II, rei consorte de D.Maria II, mais tarde também partilhada com Elise Hensler, Condessa D’Edla, sua segunda mulher – este ciclo procura evocar – através da música – questões, imagens e figuras ligadas ao ambiente de Sintra e da Pena no século XIX.

 

Ciclo Sintra – “Reencontros – Memórias Musicais no Palácio de Sintra” (JUNHO)

Imagem do logotipo do ciclo de música "Reencontros - Memórias Musicais de um Palácio"

O ciclo “Reencontros – Memórias Musicais no Palácio de Sintra” tem lugar no mais antigo paço real português, centrando-se na recuperação do repertório secular e sacro dos períodos medieval e renascentista.

Promovendo uma viagem pela história deste espaço, procura-se recuperar as memórias das primeiras Cortes portuguesas, num repertório que releva as influências da herança árabe às tradições franco-flamengas.

 

Ciclo Queluz – “Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie” (OUTUBRO)

Imagem do logotipo do ciclo de música "Noites de Queluz"

O ciclo “Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie”, centrando na apresentação de repertório musical do período setecentista, evoca um dos períodos mais importantes na história da música portuguesa, caracterizado por um forte investimento do poder real na produção de obras musicais, nomeadamente Serenatas, especialmente concebidas para serem tocadas neste espaço, por ocasião de diversas festividades.

Tendo como palco duas salas de aparato, a do Trono e a da Música, destaca-se nesta última um pianoforte construído por Muzio Clementi (1752-1832), instrumento característico deste período e peça central nos programas apresentados neste Palácio.

img pintrest