Logo Psml Small

O Palácio é o grande monumento que cresce na vila e lhe acentua o carácter

Vítor Serrão, historiador da arte

Tudo em Sintra é divino Não há cantinho que não seja um poema

Eça de Queirós, Os Maias, 1888

Sintra é o mais belo adeus da Europa quando enfim encontra o mar

Vergílio Ferreira, Louvar Amar

Dou e outorgo, a vós, rainha Dona Isabel as minhas vilas de Sintra

Rei Dom Dinis, último quartel do século XIII

Duas chaminés acopladas dominam todo o edifício

Hans Christian Andersen, Uma visita a Portugal, 1866

Descrição

Com uma área de cerca de dois hectares, árvores autóctones e uma linha de água a Quintinha de Monserrate recria uma pequena exploração agrícola, com áreas destinadas a diferentes tipos de plantações e animais, bem como um sistema de energias renováveis que a torna totalmente autónoma do ponto de vista energético.

A antiga casa oitocentista do caseiro foi recuperada com o objetivo de proporcionar espaços adequados para atividades pedagógicas, tais como uma sala de trabalho com salamandra e uma cozinha com forno de pão que permite reproduzir a atmosfera da cozinha tradicional em ateliês nos quais se utilizam os produtos da quinta.

As plantações incluem zonas de pomar, de hortícolas, de plantas silvestres e de baga, de cereais e de plantas aromáticas. Na envolvente existe um cercado para cavalos, burros e ovinos, uma coelheira e um abrigo para aves de capoeira. O espaço está ainda dotado de uma zona de piquenique, de um anfiteatro ao ar livre e um celeiro.

Foi também recuperada e beneficiada a linha de água que atravessa a Quintinha, que é alimentada pelas nascentes naturais e minas de água da Tapada de Monserrate, constituindo um habitat privilegiado para anfíbios e animais aquáticos. Alimenta, por outro lado, um tradicional sistema de rega por levadas, de elevado valor pedagógico por possibilitar inúmeras abordagens temáticas.

Atividades:
Requer marcação prévia.
Telefone +351 219237300
E-mail info@parquesdesintra.pt

img pintrest